Notícia: Malásia apura se piloto derrubou avião ao cometer suicídio

Malásia apura se piloto derrubou avião ao cometer suicídio

O co-piloto e o piloto, Zaharie Ahmad Shah, do voo MH 370, da Malaysia Airlines -  Foto: Reprodução

Mais de uma semana e várias hipóteses após o desaparecimento do voo MH 370, da Malaysia Airlines, com 239 pessoas a bordo, a polícia agora investiga se o piloto teria derrubado a aeronave numa tentativa de suicídio. A informação é do jornal local "The Star", que cita como fonte o ministro dos Transportes da Malásia, Datuk Seri Hishamuddin Hussein.

O avião desapareceu das telas de controle de tráfego aéreo civil na costa leste da Malásia menos de uma hora depois de decolar de Kuala Lumpur rumo a Pequim, no último dia 8.

Autoridades malaias acreditam que alguém a bordo desligou os sistemas de comunicação quando o avião atravessava o Golfo da Tailândia.

Quando lhe perguntaram se a hipótese de um piloto ou copiloto suicida está sendo considerada, o ministro interino dos Transportes da Malásia, Hishammuddin Hussein, confirmou que a hipótese está sendo apurada: "Estamos examinando isso. Mas é apenas uma das possibilidades sob investigação", acrescentou.

Questionado se Zaharie Ahmad Shah, de 53, comandante da aeronave, ou algum outro membro da tripulação, ou mesmo um dos passageiros, tinha problemas emocionais, Hussein não deu mais detalhes: "Não posso dizer isso neste momento", declarou, argumentando que o governo malaio não vai reter nenhuma informação nova sobre o caso, mas não sem antes confirmá-la.

Fonte: UOL Noticias
Página anterior Próxima página