Notícia: Chilenos terão que deixar o país em 72 horas, diz Ministério da Justiça

Chilenos terão que deixar o país em 72 horas, diz Ministério da Justiça



Torcedores chilenos invadem centro de imprensa do Maracanã na tentativa de ter acesso ao estádio

Os 87 chilenos e um argentino que foram detidos após invadirem o estádio do Maracanã nesta quarta-feira antes do jogo do Chile contra a Espanha terão que deixar o país em 72 horas após prestarem depoimento, informa o Ministério da Justiça. Inicialmente, as autoridades brasileiras tinham divulgado que haviam sido detidos 85 chilenos, mas a informação foi retificada posteriormente.

Até o início da noite desta quarta-feira, eles estavam prestando depoimento no complexo policial-administrativo Cidade da Polícia, no bairro de Manguinhos, no Rio de Janeiro.

De acordo com a Polícia Federal, eles serão autuados em flagrante pelo crime previsto no artigo 41 do Estatuto do Torcedor: promover tumulto, praticar ou incitar a violência, ou invadir local restrito aos competidores em eventos esportivos. A pena prevista é de reclusão de um a dois anos e multa, mas o Brasil optou pela saída dos torcedores do país, opção prevista no Estatuto do Estrangeiro.

De acordo com nota oficial publicada pelo Ministério da Justiça, os invasores serão notificados a sair do país e terão 72 horas para fazê-lo. Caso não o façam, serão oficialmente deportados, sendo levados à força até o aeroporto e embarcados em um avião para o Chile e para a Argentina.

Fonte: UOL/Rodrigo Mattos, Vinicius Konchinski e Vinícius Segalla
Foto: AFP PHOTO / YASUYOSHI CHIBA
Página anterior Próxima página