Notícia: Paz está restabelecida', diz diretora do maior presídio do RN após rebeliões

Paz está restabelecida', diz diretora do maior presídio do RN após rebeliões



Policiais da Força Nacional, do Batalhão de Choque e do Batalhão de Operações Especiais da PM entraram na Penitenciária Estadual de Alcaçuz na manhã desta quinta-feira (19). A unidade, a maior do sistema prisional potiguar, fica em Nísia Floresta, na Grande Natal. O objetivo é a realização de uma revista para garantir que não há mais barras de ferro ou armas improvisadas. A série de rebeliões em unidades prisionais do estado durou oito dias e terminou nesta quarta-feira (18), após uma negociação entre os presos e Justiça, Ministério Público e Comissão de Direitos Humanos.

Das 33 unidades prisionais do estado, 14 foram alvos de motins. De acordo com a diretora da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, Dinorá Simas, "a paz está restabelecida".

Na manhã desta quarta (18), em Alcaçuz, a operação recebeu apoio do helicóptero Potiguar 1, aeronave da Secretaria Estadual de Segurança, de um helicóptero da Força Nacional e de uma ambulância da Polícia Militar. A intervenção teve início por volta das 6h.

Leonardo Freire, coordenador da Administração Penitenciária (Coape), afirmou que a situação está sob controle. "A Força Nacional e a PM estão nos pavilhões controlando a situação. A questão da revista também está sendo feita. Tudo de irregular está sendo retirado. Ao mesmo tempo, estão analisando a possibilidade de algumas transferências para que possamos começar a reconstrução", disse.

O coordenador ainda afirmou que os presos perceberam que eles não estão no controle. "A Coape vai gerenciar a reconstrução, transferências e a parte administrativa, precisamos de mais agentes. Preso tem que ser tratado com respeito, mas o presídio não é jardim de infância. As reivindicações dos presos serão apuradas, mas coisas sobre a direção não procedem", afirmou.

De acordo com a diretora de Alcaçuz, os presos estão na quadra da unidade prisional. "Os presos já estão todos na quadra. Estão retirando o entulho de dentro do presídio para realizar a revista", disse Dinorá Simas, diretora da unidade.

Fonte: G1
Foto: Divulgação PM
Página anterior Próxima página